sábado, 16 de fevereiro de 2019

Impasse: Mais uma vez a votação para aprovação da Lei de Contratos em Centro Novo do Maranhão é adiada na Câmara Municipal de Vereadores.


Na sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Centro Novo do Maranhão, realizada na última sexta-feira (15), mais uma vez o Projeto de Lei de Contratos, em trâmite na Casa de Leis do Município, teve votação adiada. Os vereadores de Centro Novo do Maranhão encerraram ontem a sessão, não aprovando o Projeto, que é de suma importância para a Administração Municipal, pois a partir da aprovação, e que será possível contratar funcionários, e assim normalizar os serviços essenciais para a população, que já estão sendo afetados pela demora na aprovação.

Existe um grande impasse por parte dos vereadores de oposição, que tentam dificultar a aprovação do Projeto de Lei. Um dos questionamentos de alguns vereadores, é que o Projeto chegou com atraso para ser votado, sendo que a Câmara estava ainda em recesso, no momento em que o Projeto foi enviado para ser protocolado. Executivo tenta de todas as formas, manter o bom funcionamento dos serviços, o que já ficou insustentável, pois os trabalhos precisam de funcionários contratados.

A Secretaria Municipal de Saúde é a mais afetada com o impasse na Câmara de Vereadores, pois o atendimento à população não pode parar, e seguindo vem a Secretaria Municipal de Educação, sendo também prejudicada, sendo comprometido o início das aulas em Povoados e Quadras do município, além das demais Secretarias, como Assistência Social, Infraestrutura e Urbanismo e outras.

A prefeita Diva Silva, ressaltou a grande preocupação da não aprovação da Lei de contratos, que vem sendo dificultada, mais especificamente pelos vereadores de oposição. "Nossa Gestão inicia o ano com esse grande impasse, e minha maior preocupação está no atendimento das Unidades Básicas de Saúde, que já neste final de semana, os postos terão os serviços interrompidos, não tendo funcionários para o preenchimento de fichas, ficando ainda sem médicos, enfermeiros, vigias, zeladoras, técnicos de enfermagem. E na educação, os carros estarão parados, sem motoristas para realizar o transporte dos alunos, e diante de todo esse transtorno teremos que despachar todos os funcionários que não são comissionados. Nosso pedido é que os vereadores que estão dificultando a aprovação da Lei, olhem para as famílias dos trabalhadores que precisam do emprego, pois muitos tem o trabalho na Prefeitura, como a única fonte de sustento para suas famílias", disse.





Um comentário:

  1. Isso é triste, essa birra política atrapalha qualquer gestão... Na minha opinião esses vereadores que estão impondo dificuldades para aprovar um projeto desse que vai beneficiar toda os Cidadãos CENTRONOVENSSE..que serventia eles tem no nosso município... Esse e um assunto importante,a oposição tem que deixar de lado,essa políticagem,e tratar serio os interesse do povo,e não ficar agindo que nem "menino teimoso". Foram eleito para fiscalizar e representar o povo e votar em projeto que beneficia a população.

    ResponderExcluir